Qual a razão para dar ao cão pequeno uma alimentação combinada e como fazê-lo corretamente

Os cães de tamanho pequeno são muito particulares, costumam ter uma vida sedentária e fazer pouco exercício, podendo ser bastante exigentes na altura de decidirem aquilo que comem. Pelo seu estilo de vida podem ter tendência à obesidade e, geralmente, têm mais propensão a formar cálculos urinários.

Mas tem a solução ideal, a alimentação mista ou mixfeeding, que consiste em dar ao seu cão uma alimentação diária que combine o alimento seco com o alimento húmido formulado especialmente para ele.

Esta decisão é muito adequada para cães glutões, já que o alimento húmido aumenta a sensação de saciedade e, além disso, incrementa a ingestão de água, o que favorece a saúde urinária e oferece uma palatabilidade extraordinária.

Como oferecer ao cão pequeno uma alimentação mista

  • Há duas formas de oferecer uma alimentação mista. Uma delas é misturar os dois alimentos ao mesmo tempo para que os coma juntos e a outra é dá-los separadamente em refeições diferentes.
  • Deve combinar alimentos secos e húmidos formulados em função das necessidades nutricionais específicas do seu cão. Por exemplo, se tem um cachorro que toma o alimento X-Small Junior ou o Mini Junior, pode combinar-se com o alimento húmido Junior. No caso dos cães adultos com mais de 8 anos que estejam a tomar os alimentos X-Small Adult +8 ou Mini Adult +8, o alimento húmido com o qual pode fazer o mixfeeding é o Mature +8. Isto também é válido para cães que tomem alimentos como o X-Small Ageing 12+ ou o Mini Ageing 12+. Outros casos muito particulares são os das raças Yorkshire, Chihuahua e Teckel, que contam com os alimentos secos e húmidos formulados especialmente para eles e com os quais pode fazer uma alimentação mista. Isso sim, lembre-se que os alimentos húmidos para estas raças são para cães adultos.
  • Ao oferecer uma alimentação mista é preciso calcular a ração com cuidado para não superar a quantidade diária adequada. Para isso, o mais fácil é dar rações de alimento húmido fáceis de calcular, por exemplo, todo um pacote ou toda uma lata ou a metade. No entanto, dividir frações menores é bastante mais complicado e dificulta o cálculo da respetiva ração seca.
  • O cão gosta de ter rotinas bem estabelecidas, o que também afeta o horário da alimentação dele. Desta forma, quer escolha a opção de misturar os dois alimentos quer a opção de dá-los separadamente, faça-o à mesma hora todos os dias.
  • Finalmente, apesar da alimentação mista significar uma contribuição extra de água para o metabolismo do cão, deve existir sempre água disponível, limpa e fresca.