Qual o alimento adequado para o meu gato?

qfyioh

Uma boa alimentação deve conter todos os nutrientes de que o gato necessita, nas quantidades necessárias e nas proporções adequadas para cobrir as necessidades nutritivas e garantir a sua saúde.

Por conseguinte, na hora de escolher o alimento mais adequado, deve ter-se em consideração uma série de variáveis: deve ter-se em conta que esteja formulado para gatos, a idade (gatinho, adulto ou velhinho), o estado fisiológico (gestação, lactação, etc.), se está esterilizado, o seu estilo de vida (vive no interior de uma moradia ou tem acesso ao exterior), se apresenta alguma sensibilidade (digestiva, cutânea, etc.) e, inclusivamente, a raça a que pertence.

A alimentação desempenha um papel essencial na manutenção da saúde e do bem-estar do gato, assim como na prevenção e no tratamento de determinadas doenças. Contudo, uma alimentação inadequada, seja pela sua baixa qualidade, por não estar bem equilibrada ou por não estar bem racionada, pode conduzir a doenças clínicas.

O principal problema nutricional no gato é a obesidade, mas outros a ter em conta são também as alterações gastrointestinais, afeções dermatológicas, transtornos na reprodução, doenças dentárias e um sistema imunitário deficiente.

Quanto à obesidade, deve ter-se em conta que existe uma estreita correlação entre a mesma e a diabete melitos, problemas articulares, doenças cardíacas e hepáticas, transtornos cutâneos e, inclusivamente, complicações em operações cirúrgicas e riscos anestésicos.

Definitivamente, uma nutrição inadequada gera uma cascata de alterações que influenciam notavelmente a qualidade de vida do gato, expondo-o a um maior risco de padecer de doenças e reduzindo a sua esperança de vida.

Pesquisa de alimentos para gatos da Royal Canin.