Preparado para adotar? Truques para lhe dar as Boas-vindas

noticia-adopcion-perroDar as boas-vindas ao novo membro da família é também mostrar-lhe que esse novo espaço partilhado é o seu novo lar. O cão adotado pode mostrar-se muito deslocado na altura da chegada e alguns conselhos práticos podem ajudá-lo a conseguir uma convivência perfeita em pouco tempo.

Primeiro que tudo, e sem importar de onde vem, leve-o ao veterinário. Aqui, vão fazer-lhe uma revisão e vão indicar-lhe as vacinas e desparasitações necessárias. Além disso, vão explicar-lhe, melhor do que em qualquer outro sítio, tudo aquilo que precisa saber quanto à alimentação do seu cão, higiene e sociabilização. Escolha bem o alimento mais adequado, de acordo com a  idade, tamanho e raça do seu cão e outros aspetos. Pesquisa de alimentos caês.

De caminho a casa é recomendável dar um longo passeio com ele até que veja que só faz chichi e está um pouco cansado.  Assim que entrar no seu novo lar, devemos soltá-lo e deixá-lo que fareje toda a casa, ou pelo menos a parte que queremos que conheça. É muito importante que disponha de um bebedouro com bastante água fresca e algum brinquedo ou mordedor para morder, de forma a evitar ou diminuir a possível ansiedade.

Apresentá-lo à família. Os cães gostam de rotinas e agradecem a organização. Deve respeitar as normas de convivência entre toda a família. Se há crianças, faça com que todos se sintam confortáveis. Espere que o cão queira relacionar-se com os restantes membros e não insista para que se deixe tocar por eles. Se há outros animais em casa, consulte o veterinário.

Definir a relação é facilitar o futuro. Conhecer as necessidades do seu cão é apenas saber uma parte do que precisa saber para uma educação responsável. Os cães fundamentalmente aprendem por associação. Para isso, deve trabalhar o reforço positivo, que é aquele que favorece a repetição de uma conduta a partir da concessão de um prémio ou de algum tipo de recompensa . Tenha em consideração que a capacidade de atenção dos cães é limitada, sobretudo os cachorros. Para conseguir que a aprendizagem seja divertida, repita-a com frequência durante períodos curtos de tempo.

Pode trabalhar com ele o reforço positivo com vários prémios para melhorar a sua conduta: elogios, carícias, jogo ou comida. Se o faz com comida, o prémio comestível ideal deve ser suficientemente estimulante para o cão e deve dá-lo imediatamente depois da conduta apropriada, associando-o a um elogio e/ou carícia. Lembre-se que deve ser pequeno para que o possa ingerir rapidamente e, além disso, tenha em conta a quantidade que recebe como prémio para descontá-la na sua ração diária.

Reforçar a segurança. Em qualquer casa há perigos potenciais para os cães que não devemos subestimar. Com a devida preocupação e conhecendo-os, podem ser evitados. A maior parte dos acidentes que podem afetar o seu cão são causados por atropelamentos, golpes ou quedas e ingestão de objetos. É sua responsabilidade evitá-los.

Se não é à primeira… à segunda! Ou, à terceira… Será à quarta? Paciência e… muito carinho! Mau comportamento ou inclusive agressividade, choros, jejuns, que faça as suas necessidades em casa ou tenha medo… Mantenha-se firme e com uma boa atitude! Nada é assim tão grave. Quase tudo tem solução: com a informação e a preocupação necessárias vai acabar por controlar o seu comportamento.

SE O CÃO ADOTADO É UM CACHORRO, REVEJA MAIS INFORMAÇÃO A ESTE RESPEITO: