O perigo pode estar em casa

El peligro puede estar en casa

Os gatos são animais muito curiosos e a nossa casa pode estar cheia de perigos, que são atraídos pela sua curiosidade.

Mesmo que nunca tenhamos pensado nisso, alguns objetos do quotidiano são muito perigosos. Vejamos alguns exemplos:

  • Sacos de plástico: alguns gatos gostam de se esconder dentro deles. Contudo podem ficar presos e asfixiarem.
  • Cabos elétricos: brincar com eles e mordiscá-los implica o risco de queimaduras ou choques elétricos, ou até mesmo enrolarem-nos à volta do pescoço e morrerem enforcados.
  • Janelas e terraços: para os gatos, olhar pela janela é uma das suas atividades favoritas, mas é também implica um risco elevado de cair e que devemos tentar evitar, colocando malhas ou limitando-lhes o acesso. Além disso, as janelas com oscilobatentes podem representar uma grande armadilha para o gato, prendendo-os e causando-lhes ferimentos com gravidade variável.
  • Agulhas e linhas: Outra das grandes atrações dos gatos são os carrinhos de linhas e os fios. Se eles estiverem enfiados numa agulha e o gato os engolir, os ferimentos internos podem ser bastante graves.
  • Plantas tóxicas: muitas das plantas que normalmente temos nas nossas casas, tanto no interior, como no exterior, são tóxicas para os gatos. Elas podem provocar problemas digestivos, neurológicos, cardíacos e dermatológicos, e são tão banais como a poinsétia (flor-de-natal), a hortênsia, o loendro, a azálea, o crisântemo, os potos, etc.

Por isso, devemos estar vigilantes e tomar todas as medidas de prevenção possíveis: não deixar objetos perigosos ao alcance do gato, instalar sistemas de segurança nas janelas, desligar os cabos mais perigosos, se nos ausentarmos de casa, e enrolá-los em si mesmos, bem como tudo o que tenhamos em mente e ao nosso alcance para evitar acidentes indesejados.