Gatos de interior

Gatos de interiorSão considerados gatos de interior ou indoor cats aqueles que nunca têm a possibilidade de aceder ao exterior. Os gatos costumam adaptar-se bem a este estilo de vida, sobretudo quando são habituados desde gatinhos.

A facilidade com que um gato se adapta à vida em ambiente fechado depende de diversos fatores, entre os quais a sua própria natureza e a idade com a qual é adotado ou adquirido.

O estilo de vida de interior possui vantagens, mas também tem desvantagens. As vantagens de não ter acesso ao exterior são a possibilidade de controlar melhor o estado de saúde do gato, o facto de ele estar protegido contra fugas, atropelamentos ou envenenamentos, a possibilidade de controlar as condições ambientais e o aumento da esperança média de vida, uma vez que o gato recebe melhores cuidados.

Por outro lado, as desvantagens de não ter acesso ao exterior são a falta de oportunidades para expressar os seus comportamentos naturais, a possibilidade de desenvolver problemas de ansiedade, frustração, etc., a falta de estímulos sensoriais, com o aumento das reações de medo perante as mudanças no meio, a incapacidade de fugir dos elementos e situações stressantes da casa, bem como o sedentarismo e a obesidade.

Qual das opções é a melhor? Como é óbvio, nem sempre é possível escolher, mas caso o seja, a escolha deverá ser feita considerando diversos fatores. Por exemplo, se o gato estava, ou não, habituado a sair antes de ter sido adquirido, se costuma apresentar medo ou ansiedade, se o meio para o qual ele vai é muito barulhento ou se tem tráfego abundante, etc.

Caso o gato vá passar a viver no interior, certifique-se que ele terá um ambiente estimulante, com brinquedos e outros objetos, para que possa caçar, esconder-se, etc. Também é muito importante adaptar a sua dieta à vida no interior. Por isso, a Royal Canin formulou alimentos especiais, como o Indoor 27, o Indoor Appetite Control, o Indoor Long Hair e o Indoor 7+.