listbox

Bosques da Noruega

  • Nome da raça: Bosques da Noruega
    Classificação: Raça de pelo comprido
    Outros nomes: Norueguês, gato dos bosques da Noruega, skogkatt, Norwegian Forest Cat
  • Peso machos: de 5,5 a 7,5 kg
  • Peso fêmeas: de 4 a 5,5 kg
  • País de origem: Noruega
Bosques da NoruegaImagem do

Características físicas

É tão larga quanto comprida. A testa é achatada e forma com o focinho uma linha reta, sem nenhuma fenda (“stop”). Vista de frente, a forma é triangular. É importante que a linha do focinho continue sem nenhuma entrada na parte lateral da junção com o queixo. O nariz tem uma longitude média, o queixo é firme, quadrado - jamais pontiagudo –, mas não tão grande como o do Maine Coon. Os primeiros exemplares desta raça tinham a cabeça menos alargada e o perfil era menos reto que hoje em dia.
Áreas do gato
Grandes, amendoados, levemente oblíquos. Aceitam-se todas as cores, mas preferem-se o verde e o dourado. Os gatos de pelo branco podem ter os olhos de qualquer uma destas cores, mas também azuis ou díspares. Neste último caso, um olho seria azul e o outro podia ser verde ou dourado.
Áreas do gato
Medianamente grandes, de base larga e levemente arredondadas na ponta. Estão bem separadas e inseridas lateralmente na cabeça. Isto contribui para a dar o perfil triangular à cabeça, já que o ângulo externo inferior de cada orelha continua a linha até ao queixo, muito mais estreito. Os pelos compridos no interior (tufos) são muito apreciados, tal como os penachos nas pontas (pincéis de lince). O olho inexperiente pode confundi-lo com o Angorá Turco, mas observar a posição das orelhas é um bom método para distingui-los, pois na raça turca estas não estão tão nos lados da cabeça.
Áreas do gato
É maciço e robusto, por isso aparenta um grande porte. É moderadamente comprido, com o peito largo e arredondado. Os ossos são pesados e a musculatura é forte. O pescoço tem uma longitude média e também é musculado.
Áreas do gato
As patas são medianamente compridas, musculadas e direitas, apesar das traseiras serem mais compridas que as dianteiras; por isso a garupa está mais alta do que os ombros. Também é preciso destacar a ossamenta forte das patas, a boa musculatura e as patas grandes, redondas e com tufos de pelo compridos entre os dedos.
Áreas do gato
Muito comprida, de forma a que a vértebra da ponta chega a tocar o pescoço se colocada sobre o dorso. Quando o gato está em movimiento, coloca-a para cima. A base é larga e muito mais fina na ponta. Está coberta de pelo abundante e espesso.
Áreas do gato
Raça de pelo semicomprido, em que a longitude da pelagem é irregular, pois é mais curta nos ombros e gradualmente mais comprida no dorso e nos costados. Ao contrário, no pescoço o pelo é proporcionalmente comprido, tal como os bem tufados jarretes.

O manto destaca-se por ser de pelo espesso e lanoso: por um lado tem um subpelo muito espesso e, por outro, um pelo de cobertura liso, brilhante e sedoso, o que impermeabiliza o manto.

Reconhecem-se todas as cores, excetuando o chocolate, o lilás, a cor de canela (“cinnamon”) e o pardo claro (“fawn”). Também não se aceita o padrão siamês (“colorpoint”).

Nos gatos bicolores pode haver qualquer quantidade de branco, desde apenas uma marca no peito até quase todo o corpo.
Áreas do gato

Informação geral

Galería fotográfica