Férias com o seu cão

Labrador nadando para ilustrar artículo de Vacaciones Con Tu Perro

As férias de verão, tão desejadas por todos, precisam de uma boa planificação da sua parte quando tem animais de estimação. Não é suficiente meter o cão no carro e começar a fazer rota, mas sim deve preparar com antecedência um determinado número de coisas.

Com ou sem animal de estimação

Primeiro deve saber que não pode fazer qualquer tipo de viagem com o seu cão, como por exemplo, ir a países que exigem que os animais passem por um período de quarentena para entrarem e que nem todos os lugares de destino admitem animais de estimação.

  • Se o levar consigo tenha em conta o meio de transporte, o material, o sítio onde se vão alojar, etc.
  • Se não levar o cão, alguém deve cuidar dele durante a sua ausência, podendo optar por deixá-lo com uma pessoa de confiança ou num hotel para cães.

Meio de transporte

Pode fazer a viagem num meio de transporte público ou no seu carro.

  • Veículo particular. DDeve respeitar as regras determinadas pelo Código da Estrada, que têm em consideração a segurança comum. Sobretudo, não deixe o seu cão ir solto, por muito bom que seja e por muito quieto que esteja. Prenda-o no assento através do ponto de fixação do cinto de segurança ou com o sistema Isofix.
  • Transporte público. Cada um tem as suas próprias regras, que podem ser diferentes em função da companhia que escolher. Deve certificar-se antes, inclusivamente sobre se o animal de estimação deve pagar bilhete.

Material

O seu cão continua a precisar de algumas coisas durante as férias. Por isso, não se esqueça de:

  • Levar o boletim de vacinas
  • A sua comida habitual. No caso de se acabar, pode sempre utilizar o nosso pesquisador de lojas para localizar uma delas.
  • Uma caixa de primeiros socorros (desinfetante, compressas, etc.).
  • Recipientes para a água e para a comida, algum material absorvente (toalha ou pano), sem se esquecer da coleira e da trela dele.
  • Se o seu cão fica muito nervoso ou enjoa no carro, peça conselho ao seu veterinário sobre as medidas que deve seguir, como por exemplo, não comer imediatamente antes de começar a viagem. Também lhe pode receitar algum medicamento que minimize os efeitos do enjoo ou o mantenha relaxado.
  • Há cães que se stressam muito com as mudanças, por isso, pergunte ao seu veterinário se será conveniente adaptar a alimentação dele nesta época, com um alimento desenvolvido para ele, como por exemplo Calm da Royal Canin.

Em rota

Durante os trajetos longos, faça algumas paragens para que o cão possa dar uma volta e “descontrair” um bocado, beber água e fazer as necessidades dele e com isto viajar mais tranquilo:

  • Nunca deixe o seu cão dentro do carro durante as paragens. Nestes casos, há um inimigo mortal, o golpe de calor.
  • Não solte o seu cão em lugares desconhecidos, especialmente durante o trajeto, porque no caso de se assustar e se afastar a correr não tem referências para localizá-lo. De qualquer forma, para além da sua identificação através do microchip, na coleira, que pode conseguir grátis registando-se em en Animais de estimação Bem-vindos.

No lugar de destino

Partimos do princípio que se vai para um hotel, perguntou com antecedência se admite animais de estimação, mas também deve fazer a mesma consulta quando aluga uma casa de férias: certifique-se de que o proprietário não tem problemas com o facto de levar o seu cão.

  • Assim que chegar, localiza un veterinario, assim não vai perder tempo no caso de precisar de um com urgência.
  • no perderás tiempo en caso de que lo necesitaras con urgencia.
  • Nem todos os lugares admitem animais de estimação, por isso, para além de saber que o lugar onde vai ficar admite animais de estimação, também é importante que procure espaços onde lhe seja permitido desfrutar da companhia do seu animal de estimação.
  • Uma ideia relativamente prática é combinar um alojamento para si e outro para o seu cão, ou seja, os donos ficam num hotel ou num apartamento que não admite animais de estimação e o cão alojado numa residência perto, de forma que ele está acompanhado quando os donos saem, por exemplo, quando vão à praia e nesta não é admitida a presença de cães.
  • AApesar de não serem muitos – ainda – também há lugares pensados para ir com animais de estimação, tal como o Aquapark Canino de Can Janè.
  • Se for a uma praia que admite a presença de cães, deve seguir determinadas regras.

A saúde dele

Como o seu cão depende de si, deve cuidar mais dele, se for possível, durante as férias:

  • Tente viajar com ele vacinado, assim diminui o risco do stress da viagem aumentar a probabilidade de reações às vacinas.
  • Mantenha-o desparasitado, quer dos parasitas internos quer dos externos.
  • Consulte com o seu veterinário se o lugar onde vai viajar tem um maior risco que o normal de contrair leishmaniosis e como prevenir esta situação.
  • Os espaços com água para mergulhar são uma delícia para muitos cães, apesar de alguns riscos.

Já só nos resta desejar-vos boa viagem!