Está a pensar em incorporar um novo animal de estimação na família? Revelamos-lhe os segredos!

dia-familia-incorporar-animais-estimacao-pt

Os nossos animais de estimação são indubitavelmente mais um membro da nossa família e, por isso, na Royal Canin queremos celebrar o Dia Internacional da Família partilhando uma série de conselhos básicos para conseguirmos a perfeita integração do animal de estimação na nossa casa.

Criar ritmos e rotinas, a alimentação, o banho, a visita ao veterinário, a brincadeira… todos são momentos fundamentais que marcarão o desenvolvimento do animal e que terão efeito na sua saúde e também na convivência da família.

Revelamos-lhe os segredos para que o processo de adaptação seja o mais simples possível e garantir assim os cuidados que determinarão o seu desenvolvimento e o seu futuro bem-estar.

Segredos para a chegada de um cachorro à família

  • Apresentar a todos os membros da família num ambiente tranquilo, permitindo que se vão conhecendo pouco a pouco.
  • Utilizar reforços positivos, como carícias e prémios, para educar e acostumar o cachorro a ter bons hábitos.
  • Manter-se firme e marcar as regras de convivência desde o início.
  • Criar rotinas quanto aos horários das refeições, de passeios ou de descanso, desde o início.
  • Estabelecer as zonas concretas da casa para comer, brincar ou descansar e as que não são permitidas.
  • Visitar regularmente o veterinário e seguir as suas indicações em cada fase de crescimento do cachorro.
  • Escolher alimentos específicos para cachorro e adequados ao seu tamanho ou raça, que lhe proporcionem os nutrientes necessários para o seu desenvolvimento motor e cognitivo, e que favoreçam a sua saúde digestiva e o seu sistema imunitário.
  • Controlar a quantidade de alimentos diários e distribuir a ração por 2 ou 3 tomadas.
  • Não lhe dar banho se não for necessário, evitando fazê-lo mais do que uma vez por mês.
  • Escovar diariamente para favorecer o bom estado do pelo e eliminar as células mortas.
  • Destinar tempo diariamente a brincadeiras e exercícios, dado que são fundamentais para o seu desenvolvimento físico e a ligação à sua nova família. Os brinquedos específicos para o seu tamanho são uma boa ferramenta.

A chegada de um gatinho a casa

  • Preparar o seu espaço e as suas coisas: assento rebatível, bebedouro e comedouro, areeiro, caminha, estrutura para raspar, brinquedos do tamanho adequado e um poste ao qual possa subir para brincar ou descansar.
  • Deixar que o gatinho reconheça o território de forma gradual e que vá conhecendo os outros membros da família num ambiente tranquilo.
  • Visitar o veterinário periodicamente e seguir as suas indicações em cada etapa de crescimento.
  • Segurar as partes da casa que possam ser perigosas como varandas, janelas, zonas de cabos elétricos, vãos profundos, retirar objetos delicados das estantes, etc.
  • Estabelecer zonas diferenciadas para a comida, o areeiro, os jogos e o descanso.
  • Respeitar o seu tempo de brincadeira e de descanso.
  • Ensiná-lo desde pequeno a utilizar o assento rebatível, deixando-o aberto para que possa brincar com ele e com algo seu dentro para que o odor lhe seja familiar.
  • Adaptar a alimentação às diferentes fases do seu crescimento, garantindo que o contributo nutricional é aquele de que necessita em cada momento.
  • No momento da transição para alimentos secos, uma boa opção é o Mixfeeding (mistura de húmido e seco).
  • Os gatos limpam-se a si mesmos, de forma que, salvo casos muito pontuais, não é necessário dar-lhes banho.