Como escolher o melhor brinquedo

Cómo elegir el mejor juguete

Os brinquedos para cães e gatos são tão numerosos que não é fácil escolher qual é o mais adequado. Por isso, vamos dar-lhe algumas orientações para ver se conseguimos encontrar a chave.

  • Adaptado à espécie. O gato e o cão diferem em muitas coisas e a brincadeira é uma delas. Portanto, em geral, os brinquedos para cães e para gatos costumam ter grandes diferenças e, em alguns casos, um brinquedo destinado ao gato pode ser totalmente inútil para um cão. Por exemplo, um ponteiro laser normalmente agrada muito aos gatos, mas será indiferente para a maioria dos cães.
  • Adaptado à idade. Não estamos a falar de crianças, porque que não há diferenças entre as diferentes fases de desenvolvimento intelectual, mas sim nas fases de desenvolvimento físico, de modo alguns brinquedos são válidos para qualquer idade, como uma bola (só se tem de adaptar a distância a que se lança), e outros, como um frisbee, só podem ser úteis para animais adultos, pela dificuldade que representa apanhá-los em voo.
  • Adaptado ao tamanho. Parece lógico, mas não devemos esquecer que um pequeno brinquedo para um grande animal pode representar um perigo, especialmente pelo risco de o engolir. Pelo contrário, um brinquedo grande para um animal pequeno pode não implicar nenhum risco, mas decerto será totalmente inútil se ele não conseguir usá-lo com facilidade. Imagina um Chihuahua a tentar apanhar com a boca uma bola de ténis?
  • Sozinho ou em companhia. Há brinquedos pensados para entreter o animal quando está sozinho, como os que podem conter um alimento que ele tenha de retirar de lá, dedicando tempo a isso, ou aqueles que requerem o dono para serem eficazes, como a bola para um cão ou uma vara com uma pena na ponta para um gato.
  • Segurança dos materiais. As regras sobre a toxicidade dos materiais também afetam os brinquedos de cães e gatos, pelo que devemos olhar para o rótulo para termos a certeza de que têm a autorização devida. Também há que ter em mente a resistência, porque se o animal pode fazê-lo em pedaços e ingeri-los, devemos ser cautelosos.
  • Última geração. A tecnologia não ficou para trás quanto ao desenvolvimento de aplicações para tablets projetadas especialmente para cães e gatos. É claro que é preciso ter uma boa proteção de ecrã.

Se é daqueles que acreditam que os brinquedos para cães e gatos são inúteis, deve saber que eles precisam de brincar para manterem o seu equilíbrio emocional e estarem em forma, por isso não há desculpas.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *