Como conservar os alimentos?

como-conservar-alimentos

Os alimentos processados têm garantias de conservação que o fabricante dá desde a data de embalagem até à sua abertura. Para isso, o fabricante põe em ação níveis de controlo exaustivos das matérias-primas e de todo o processo de fabrico, bem como de armazenamento.

No entanto, o que podemos fazer, a partir do momento em que abrimos a embalagem, para que o alimento se conserve nas melhores condições? Tudo depende do tipo de alimento.

Sin embargo, ¿qué podemos hacer a partir del momento en que abrimos el envase para que el alimento se conserve en las mejores condiciones? Todo depende del tipo de alimento.

Alimento seco

  1. O alimento seco, por natureza, é muito estável e a sua deterioração é muito lenta, desde que se respeitem duas regras básicas: mantê-lo na embalagem original tão bem fechada quanto possível e colocá-lo em local fresco, seco, sem luz solar direta. A grande inimiga do alimento seco é a humidade, porque o alimento absorve a água do ambiente e degrada-se mais rapidamente.
  2. Outra razão para manter os recipientes bem fechados e nunca sujeitos às intempéries é que os insetos depositam os seus ovos neles, onde se desenvolvem as larvas. Não se esqueça de que são uma fonte de alimentação perfeita também para estes animais.
  3. Por esta razão, é bom utilizar um recipiente contentor, mas é melhor que o alimento também permaneça na embalagem original, ou seja, deve colocar-se a embalagem original dentro do recipiente.

 

Alimento húmido

  1. Os alimentos húmidos, que se vendem principalmente em latas e saquetas, podem ser considerados alimentos frescos assim que a embalagem original tiver sido aberta, por isso a sua conservação é óbvia: devem ser guardados no frigorífico até serem consumidos completamente e o mais rapidamente possível.
  2. Também é preciso mantê-los tapados para que não sequem, já que assim perdem muita da sua palatabilidade.
  3. Na Royal Canin não recomendamos o congelamento dos alimentos húmidos porque se altera a textura e a composição, de forma que o animal normalmente não os come se tiverem sido congelados.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *