A alimentação mista seca-húmida

consejo-nutricional-gato

Pode parecê-lo, mas não é um capricho. Uma alimentação adequada é um dos cuidados mais importantes a ter com o nosso gato, pois ajuda a melhorar o seu bem-estar e a sua esperança média de vida.

Isto consegue-se selecionando o alimento mais adequado para a sua idade, condição, etc.. Existem diferentes apresentações disponíveis, pois comercializam-se alimentos secos e alimentos húmidos. Desta forma, sempre que se trate de alimentos completos, poderemos dar apenas alimento seco, só alimento húmido ou uma terceira opção, que é o “mixfeeding” ou alimentação mista: a mistura de alimento seco e húmido.

Este tipo de alimentação mista pode fazer-se combinando em simultâneo ambas as apresentações ou alternando as refeições entre si, por exemplo, dando comida seca durante o dia e uma porção de comida húmida a qualquer outro altura. O resultado é o mesmo: o gato recebe uma alimentação com uma parte seca e uma parte húmida.

É verdade que o alimento seco oferece certas vantagens, entre as quais se destacam a preservação, assim como a facilidade de manuseio e administração. Contudo, a alimentação húmida também tem os seus benefícios: um elevado conteúdo de humidade, menor concentração de calorias por quantidade de alimento e que costuma ser muito apetecível.

Conselhos para uma boa alimentação mista

  • Misturar alimento seco e húmido que seja adequado para as necessidades do nosso gato; caso contrário, pode provocar-se um desequilíbrio ou não conseguir o valor nutricional desejado. Por exemplo, deve dar-se a um gatinho alimento seco e húmido ambos para gatinho; se um destes for para gatinho e o outro não, desequilibraremos a sua alimentação e não estamos a proporcionar-lhe o alimento adequado para um gato em crescimento.
  • Prepare a ração diária sempre da mesma maneira, por exemplo, com uma saqueta completa ou meia saqueta e complementar com a quantidade correspondente de alimento seco. Calcular porções mais pequenas (um terço ou um quarto de saqueta) é complicado e dificulta a obtenção de quantidades adequadas.
  • Oferecer alimento húmido quando estamos presentes e deixar o alimento seco disponível quando o gato fica sozinho ou durante a noite para que tenha acesso contante ao alimento.