4 elementos para manter o peso ideal do seu gato

Apesar da genética ser um fator chave, o nosso estilo de vida também condiciona (e muito!) a nossa saúde e condição física. O ambiente concreto no qual vivemos e as rotinas do dia-a-dia afetam-nos tanto a nós como aos nossos animais de estimação: o seu gato vai viver a adaptar-se aos seus hábitos.

Por isso, oferecemos-lhe algumas dicas para uma vida mais saudável.

1. Sabe se o seu gato tem peso a mais ou se está demasiado magro? Averigue o quanto antes! Identificar se tem depósitos de gordura em várias partes do corpo é bastante fácil e que pode realizar em qualquer altura:

  • Apalpe-o suavemente na zona do tórax para encontrar as suas costelas. Se se notam demasiado, é provável que deva aumentar a dose de alimento. Se pelo contrário não consegue palpa-las, o mais provável é que tenha peso a mais e deve visitar o médico veterinário para que recomende exercício e uma dieta específica que o ajude a recuperar o peso ideal, já que a obesidade pode ser perigosa para ele.

2. Questão de genética, tudo? Quanto à natureza, devemos saber determinados fatores que vão condicionar o peso do seu gato: a raça, o sexo, a idade, etc. Mas também há outros fatores, como o local onde vive (numa casa com jardim, num apartamento sem acesso ao exterior para o seu animal de estimação, etc.) ou a nossa própria idade como tutores (a nossa energia para brincar com os animais varia). Em cada situação podemos atuar da forma mais conveniente possível para que o seu gato receba a atividade necessária.

3. O alimento é crucial para prevenir e melhorar problemas de peso. Uma dieta específica e adequada proporcionará ao seu gato a energia que precisa e permitirá controlar o seu peso. Ofereça-lhe uma alimentação equilibrada, adaptada à idade e à condição dele, por exemplo, se está esterilizado. Além disso, controle a quantidade de alimento que lhe oferece e não acrescente mais nada. Talvez o seu gato lhe peça mais comida ou inclusive a sua própria comida, mas mantenha-se firme para poder cuidar melhor dele.

4. Vida ativa. O seu estilo de vida é o dele. A forma como o tutor encara o exercício ou atividade física vão se refletir na vida do seu gato. É importante promover o tempo de jogo do seu gato, mantê-lo ativo. Os gatos com acesso ao exterior costumam ter mais atividade física, mas é sua responsabilidade encontrar o espaço adequado para que nunca fique sem jogar: o corredor de casa, caixas, arranhadores, brinquedos, etc. Há várias opções para fazer exercício e, com o jogo, vão estar a fortalecer, ainda, a vossa relação.

Está claro que a alimentação é um pilar básico para manter o peso ideal do seu gato, mas tal como nós, o seu gato precisa de se mexer para ter uma saúde e qualidade de vida melhores. Comece agora!